segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Salmo da Reconciliação

Por Eliana Maria (Ir. Gabriela, Obl. OSB)

 

Meu coração é pobre, Senhor. Eu me sinto de barro;
Sou como argila abandonada. Que espera pelas mãos do oleiro.

Põe Senhor, tuas mãos sobre mim
E enche minha vida
Pois sei que és misericordioso
Com quem lhe abre o coração

Tu conheces o íntimo de minha vida.
Aqui estou Senhor, com meu coração aberto
Que não oculta nada diante e teus olhos.

Aqui estou como argila, esperando para ser modelada, por tuas mãos.
Ensina-me Senhor, teu caminho.
Que meus passos te sigam com fidelidade.

Que eu seja instrumento de teu amor para os meus irmãos
E que eu os trate com sou tratado por ti.

Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Assim como era no princípio, agora e sempre.

Amém.


Fonte :


Nenhum comentário: